Caim – Vampiro A M√°scaraūü•á

Caim, tamb√©m conhecido como Cain, √© considerado o primeiro e mais poderoso vampiro dos mitos do Mundo das Trevas. Como seu hom√īnimo b√≠blico, ele √© o filho primog√™nito de Ad√£o e Eva e o irm√£o mais velho de Abel e Sete. Ele foi amaldi√ßoado com vampirismo por Deus [4] e Seus anjos como puni√ß√£o por assassinar Abel e mentir sobre isso para Deus.

Antes da forma√ß√£o da Camarilla, a maioria dos vampiros se referia a si mesmos como “Cainitas” em reconhecimento a seu patriarca.

Perfil Resumido

Nome: Caim

Apelidos: O primeiro vampiro, O pai das Trevas, O Andarilho, O Tirano Sombrio, O Rei Pescador, O Grande Rei do Sangue e das Trevas

Genero: Masculino

Nascimento: 200,000 A.C

M√£e: Eva

Pai: Ad√£o

Gera√ß√£o: 1¬į

Crias: Enoque [3], Irad [3], Zillah [3], A Velha, Os Amantes, Rei e Rainha de Enoch

Biografia

A maior parte da hist√≥ria de Caim √© abordada no Livro de Nod, nos Fragmentos Erciyes, no Lilithian e no Luciferian. Esses livros entram em conflito com os motivos de Caim, mas todos concordam que ele matou seu irm√£o Abel. O Luciferiano descreve como Caim deu a si mesmo um “presente”, e o presente foi uma ilus√£o. Usando esse dom, ele pensou que matou Abel em um ato de amor, quando na verdade era um ato de √≥dio. Ele usou esse dom para se orgulhar da vergonha, o que resultou em ser rejeitado. O erudito Gangrel Beckett tamb√©m √© conhecido por interpretar a mitologia de Caim como um conflito entre tribos de fazendeiros e ca√ßadores.

A Terra de Nod

Um fazendeiro chamado Able preparou uma oferta de sacrif√≠cio a Deus, de suas melhores frutas e vegetais. Seu irm√£o Caim tamb√©m preparou uma oferta de sacrif√≠cio, sendo dos melhores animais que ele havia criado. Ou houve uma disputa sobre qual oferta era melhor, ou Deus realmente favoreceu a de Abel sobre a de Caim. O resultado final terminou com Caim “sacrificando” Abel em um altar, seu irm√£o sendo a “melhor” oferta que ele poderia dar. Como puni√ß√£o, o “Pai” de Caim o amaldi√ßoou com uma marca e o expulsou para vagar nas trevas na Terra de Nod. [5]

Caim mata seu irm√£o Abel Vagando pela Terra de Nod, Cain encontra Lilith. Ela percebe uma mancha girando no ar ao redor dele, uma marca de algum poder sombrio insond√°vel: assassinato. Ele possu√≠a o poder de matar seres superiores – n√£o para ca√ßar como Ad√£o, mas para matar como Jeov√°. [6] Ela ficou pasma, pois ele n√£o apresentava sinais de divindade, mas vagava no p√≥ como uma besta menor. Vendo que ele est√° com frio e com fome, ela d√° as boas-vindas a Caim em seu calor. Lilith se identifica como a primeira esposa de Ad√£o, a esposa original do pai de Caim. Depois de algum tempo com ela, os dois se tornam amantes. Ele percebe que ela tem poderes e magia que ele tamb√©m gostaria de possuir, ent√£o ele implora a ela por esses presentes. A hesitante Lilith ent√£o prepara uma cerim√īnia do Despertar cortando-se com uma faca, sangrando em uma tigela e dando a ele para que ele possa beber. [7]

Depois de Cain comer o sangue de Lilith, ele √© visitado por tr√™s anjos que s√£o agentes de Deus. Cada anjo oferece a Caim uma chance de se arrepender pelo assassinato de Abel. No entanto, Caim rejeitou cada um deles. E para cada anjo que ele rejeita, uma maldi√ß√£o √© adicionada a ele. Ele e seus filhos s√£o amaldi√ßoados com uma fraqueza ao fogo, vulnerabilidade √† luz do sol e a Besta Interior que tem fome de sangue. Um quarto anjo ent√£o apareceu para oferecer o caminho da Golconda, o √ļnico caminho para “iluminar”, pela miseric√≥rdia de Deus. Ap√≥s a experi√™ncia, Caim torna-se oficialmente “Desperto”, possuindo as seguintes Disciplinas: Rapidez, Pot√™ncia, Fortitude, Ofusca√ß√£o, Domina√ß√£o, Presen√ßa, Metamorfose, Animalismo e Ausp√≠cios. Caim ent√£o percebeu o Caminho do Sangue, o Caminho Final do qual todos os caminhos se originam. E com todos esses poderes, ele quebra seu v√≠nculo com Lilith e a deixa. [8]

Caim continua a vagar pela Terra de Nod na solidão. A memória de seu pecado o afogou em tristeza. Não demorou muito até que ele decidisse estar entre os homens mortais novamente. Seus poderes e sua marca eram bem conhecidos pelos homens mortais e alguns até o adoravam. Finalmente, Caim se estabeleceu [9] em uma pequena comunidade agrícola, chamada Ubar. Foi aqui, nesta Primeira Cidade que ele se tornou o Pai das Trevas.

O Pai Sombrio

Caim finalmente se estabeleceu em uma cidade, antes conhecida como Ubar. Foi habitada pelos “Filhos de Seth” e governada pelo Rei Enoque. O povo de Ubar estava ciente da marca de Caim e tanto se maravilhou quanto temeu seu poder e, portanto, passou a ador√°-lo. Ap√≥s a chegada √† cidade, Enoque renunciou ao seu reinado, para que Caim pudesse governar em seu lugar. [10]

De acordo com uma lenda dos Toreador, estando entre os mortais, Caim notou um casal que estava muito apaixonado. Ver o amor deles amplificou sua própria solidão e pecado. Depois de ter se demorado em seu pecado por uma eternidade, Caim pensou que talvez pudesse reconciliar algo em sua natureza Abraçando-os com o dom da imortalidade, para que seu amor vivesse por toda a eternidade. Porém, após terem sido Abraçados, os amantes descobriram que não poderiam ter filhos juntos. Em um ato de desespero, os dois caminharam para a luz do sol para sua morte final. Caim ficou tão desolado com o acontecimento que proibiu qualquer pessoa de falar o nome. Assim, seus nomes foram perdidos na história. [10]

O antigo rei, Enoque, desejou o poder de Caim mais uma vez e o solicitou como tal. No entanto, Caim mostrou alguma relut√Ęncia por causa da perda dos amantes que ele Abra√ßou d√©cadas atr√°s e o aviso de Uriel. Ainda assim, a f√ļria da Besta interior, o desejo de estar com outros como ele, e Enoque finalmente implorando pelo Abra√ßo, Caim transformou o jovem. Em homenagem a sua rec√©m-descoberta cria vamp√≠rica, Caim declarou que Ubar agora seria conhecida como a Cidade de Enoch.

Depois de algum tempo, Enoque desejou irmãos Membros. Com a insistência de Enoque, Caim Abraçou sua segunda cria, Irad, dando a ele uma força diferente de qualquer outra. Irad tornou-se assim o braço de Caim, um comandante de exércitos. Logo em seguida veio Zillah. [11]

Zillah era tão linda que Caim não resistiu ao Abraço. Curiosamente, mesmo depois do Abraço, Zillah não o desejou. Isso frustrou Caim a tal ponto que ele estava arrancando o cabelo da cabeça. Ele fez tudo e qualquer coisa para que ela o desejasse. No entanto, ela não o teria. Finalmente, Caim procurou a magia da Velha, que finalmente o enganou em um laço de sangue, ela forçou o Primeiro Vampiro a Abraçá-la. A Velha mandou seu novo escravo embora, dizendo a ele que seu sangue teria o poder de unir os outros como o próprio Caim estava ligado à Velha. A descoberta do vínculo de sangue foi o que finalmente fez Zillah concordar em se casar com seu pai, Caim. [12]

Por um ano e um dia Caim trabalhou a serviço da Velha. No entanto, Caim nunca mais bebeu do sangue da Velha durante esse período. Uma noite, ele a enganou dizendo que tinha sonhos terríveis durante o sono e temia que suas crias desejassem seu sangue. Ele pediu à Velha um conhecimento secreto para se proteger contra sua progênie e, em resposta aos seus apelos, a Velha foi até uma árvore feita de madeira gopher e quebrou um galho, afiando-o em uma estaca. Ela disse a Caim para perfurar o coração de sua criança rebelde para imobilizá-lo. Caim agradeceu a Velha e, usando movimentos rápidos, Caim agarrou a estaca e a enfiou em seu coração, quebrando o laço de sangue no processo. Ele beijou seus lábios frios e secos e deixou-a ao encontro do nascer do sol. [13]

Agora, havia três crianças da Segunda Geração que coexistiam na cidade de Enoque: Enoque, Irad e Zillah. Eles, por sua vez, aprenderam as maneiras de fazer progênie e Abraçaram a Terceira Geração. Sob a ordem de Caim, ele declarou a lei que mais crianças não fossem feitas. Supostamente eles obedeceram e a cidade prosperou por anos, tornando-se a primeira cidade dos vampiros. [3]

A economia da cidade prosperou com a tecnologia e o “know-how” agr√≠cola que Caim trouxe para a Primeira Cidade. Um, tendo vagado por todo o Ber√ßo da Civiliza√ß√£o, ele foi capaz de trazer a tecnologia sum√©ria, ou seja, “a roda”. Segundo, sendo fazendeiro a maior parte de sua vida, Caim havia cultivado bosques maravilhosos e perfeitos. Assim, por gera√ß√Ķes, sob o governo de Caim, a economia prosperou e a cidade se tornou um poderoso Imp√©rio. [10] Os Antediluvianos da Terceira Gera√ß√£o at√© constru√≠ram est√°tuas, santu√°rios, templos, uma grande biblioteca e piscinas, tudo ao redor de um grande pal√°cio de cinco n√≠veis, do qual Caim governou, sobre seu elevado trono de marfim. [14]

O Dil√ļvio mudou tudo. Ele destruiu a cidade de Enoch e todos os “Filhos de Seth”. Caim estava t√£o desanimado que desapareceu. Seus filhos e netos sobreviventes o procuraram e, quando o encontraram, Caim disse-lhes que fossem embora. Deixados √† pr√≥pria sorte, os Antediluvianos acabaram “matando” as crias da segunda gera√ß√£o de Caim. Quando Caim descobriu o que aconteceu, ele procurou os Antediluvianos que haviam reconstru√≠do uma nova cidade, conhecida como a Segunda Cidade. Sem o conhecimento deles, o Pai das Trevas amaldi√ßoou seus descendentes com as fraquezas caracter√≠sticas de cada cl√£. [15]

O Retorno de Caim

De acordo com a mitologia nodista, h√° alega√ß√Ķes de que Caim retornar√° no final dos tempos para julgar seus descendentes: os Antediluvianos e todos os vampiros descendentes deles. Este evento √© conhecido como Gehenna, o fim de todas as ra√ßas vamp√≠ricas.

O epíteto do Sabá, A Espada de Caim, refere-se à sua crença de que eles ajudarão Caim a derrubar os Antediluvianos quando a Gehenna vier.

A Camarilla, no entanto, nega qualquer existência de Caim, indo tão longe a ponto de ocultar ou destruir livros que se referem ao retorno de Caim, promovendo assim o ceticismo entre os Membros modernos.

Habilidades

As capacidades de Caim s√£o geralmente descritas como estando fora da capacidade de modelagem do sistema do Narrador. Dado que ele est√° duas gera√ß√Ķes al√©m do poder dos Antediluvianos, √© razo√°vel supor que ele dominou completamente todas as Disciplinas potencialmente em um grau maior do que a 3¬™ gera√ß√£o.

Caim foi capaz de ver quando uma das Disciplinas de seus filhos havia trabalhado em um humano. Ele também foi capaz de cancelar os efeitos de qualquer Disciplina usada em sua vizinhança. Era esse domínio total de todas as Disciplinas que mantinha Caim no poder, pois embora ele fosse um rei decente e um legislador honesto, suas Disciplinas garantiam que o resto da família poderosa permanecesse na linha. Caim tinha a capacidade de criar novas Disciplinas no local, se quisesse. Acredita-se que seu poder para fazer isso foi o precursor da magia do sangue e seus vários caminhos. [16]

Quase qualquer outra coisa sobre os atributos de Caim segue a descrição bíblica: se Caim é ferido, o dano é devolvido sete vezes. Além disso, Caim é marcado com um sinal do desagrado de Deus.

Apari√ß√Ķes no C√Ęnone

Um dos personagens aparentemente menores em Vampire: The Masquerade РBloodlines pode ser Caim disfarçado, tendo orquestrado toda a trama do jogo de antemão.

Caim também aparece em Gehenna: The Final Night, em uma interpretação geral positiva sob um nome falso. Este Caim viaja com Beckett enquanto testemunha o fim da civilização vampírica.

Caim figura em um cenário na Gehenna, onde ele é explicitamente visado e atraído por Lilith para se vingar. Nesse cenário, a maldição bíblica se aplica, e Lilith prepara uma vítima para desferir o golpe mortal em Caim e então ser esmagada pelo polegar inefável de Deus. Caim é mencionado de passagem em dois outros cenários e dado como morto no restante.

Interpreta√ß√Ķes

Durante o século 13, Caim foi reverenciado em uma trindade. [17]

  • O Pai Escuro: Caim como o pai da ra√ßa Cainita. Os Cainitas medievais viam a exist√™ncia de Caim como a prova da exist√™ncia de Deus, pois Deus era o √ļnico que poderia ter amaldi√ßoado Caim dessa forma.
  • O Andarilho: Uma figura semelhante ao m√≠tico “Judeu Errante”, este Caim √© um andarilho que nunca encontra descanso, esperando o dia do julgamento e esperando um dia ser libertado de sua maldi√ß√£o.
  • O Tirano Sombrio: Caim como uma figura col√©rica que julgar√° os pecados de seus descendentes com vingan√ßa b√≠blica, governando sobre eles por mil anos cobertos de escurid√£o.

Na era moderna, muitos Membros t√™m vis√Ķes diferentes de Caim, refletindo a trindade popular na Idade das Trevas, embora como interpreta√ß√Ķes individuais e n√£o tr√™s aspectos de uma √ļnica divindade das trevas:

  • Pai das Trevas: Enfatizando os aspectos escatol√≥gicos do Nodismo. Este Caim √© um deus das trevas que causa estragos e julgamento sobre seus descendentes.
  • O Rei Pescador: O padr√£o “Caim arrependido”. A interpreta√ß√£o do Fisher King sente remorso por suas a√ß√Ķes e agora busca uma sa√≠da.
  • O Grande Rei do Sangue e das Trevas: Em Dies Ignis, Caim √© descrito como o primeiro ser a negar os dons do “Um Doador” no lugar de seus pr√≥prios dons e, portanto, como aquele cujos “dons” contaminaram os anjos rebeldes e fez com que eles se tornassem dem√īnios.

Dependendo da geografia, alguns vampiros de origem pag√£ referem-se a uma figura semelhante a Caim, embora com outro nome:

  • Os Einherjar do Extremo Norte falavam de Canarl, a quem Odin concedeu a imortalidade;
  • Os Laibon falam de Cagn, que cortejou a filha do sol e lutou contra o Le√£o da Morte;
  • Os Garou sabem pouco sobre a mitologia vamp√≠rica tradicional e, em vez disso, contam a lenda do Homem Sangrento.

Onde ele Aparece

  • VTM:¬†Gehenna (book)¬†– Nos Cenarios “Fair is Foul” e “The First Vampire”
  • VTM:¬†Gehenna: The Final Night¬†– Caim est√° fortemente impl√≠cito em ser um personagem neste romance.
  • VTM:¬†The Book of Nod¬†– Ostensivamente escrito por Caim.
  • VTM:¬†The Erciyes Fragments¬†– Uma narrativa alternativa do Livro de Nod.
  • VTM:¬†Revelations of the Dark Mother¬†– Um livro do mito da cria√ß√£o no estilo Nodista, mas com foco em Lilith.
  • DTF:¬†Days of Fire¬†– Um livro que cobre a hist√≥ria do mundo e seu fim, ostensivamente escrito por L√ļcifer.
  • VTM:¬†Vampire: The Masquerade – Bloodlines¬†– Caim parece ser um personagem secund√°rio.

Referências

  1. ¬†VTM:¬†The Book of Nod refer√™ncia cruzada: “The Antediluvians”, p. 130 e “O Conto da Primeira Cidade”, p. 46, 49; Nota: Acredita-se que a maioria dos Antediluvianos tenha pelo menos 10.000 anos de idade, datando de seu abra√ßo c. 8.000 AC. Os primeiros sinais de uma sociedade ocorreram na Sum√©ria c. 10.000 aC, que provavelmente data o abra√ßo da segunda gera√ß√£o. Caim vive amaldi√ßoado sozinho por um “eon” antes de abra√ßar sua primeira cria. A palavra “eon” est√° sujeita a interpreta√ß√£o, pois pode se referir a at√© um bilh√£o de anos. DNA mitocondrial e evid√™ncias f√≥sseis indicam que os humanos modernos se originaram na √Āfrica h√° cerca de 200.000 anos. Visto que Caim √© o primeiro filho do primeiro par humano, e se “eon” deve ser interpretado como muito tempo, ent√£o Caim poderia muito bem ter perto de 200.000 anos.
  2. ‚ÜϬ†Jump up to:2.0¬†2.1¬†VTM:¬†The Book of Nod, p. 30¬†– “The Temptation of Caine”
  3. ‚ÜϬ†Jump up to:3.0¬†3.1¬†3.2¬†3.3¬†VTM:¬†The Book of Nod, p. 49¬†– “The Tale of the First City”
  4. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 33¬†– “The Temptation of Caine” (compare to p. 60, Note #33)
  5. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 20-24¬†– “The First Times”
  6. ‚ÜϬ†VTM:¬†Revelations of the Dark Mother, p. 77
  7. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 26-29¬†– “The Coming of Lilith” and “Lilith’s Magick”
  8. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 30-39¬†– “The Temptation of Caine”
  9. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 46¬†– “The Tale of the First City”
  10. ‚ÜϬ†Jump up to:10.0¬†10.1¬†10.2¬†VTM:¬†Clanbook: Toreador Revised, p. 14-15
  11. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 46-49¬†– “The Tale of the First City”
  12. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 40-43¬†– “The Tale of Zillah”
  13. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 44-45¬†– “The Tale of the Crone”
  14. ‚ÜϬ†VTM:¬†Dirty Secrets of the Black Hand, p. 93-94
  15. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 50-55¬†– “The Tale of the First City”
  16. ‚ÜϬ†VTM:¬†The Book of Nod, p. 119
  17. ‚ÜϬ†DAV:¬†Dark Ages: Vampire Rulebook, p. 22-23
  • DTF:¬†Houses of the Fallen, p. 101-102
você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!