Humanidade – Vampiro A Máscara🥇

A humanidade é uma medida de quão próximo um vampiro se apega à moralidade e aos valores da vida mortal e, conseqüentemente, quão bem eles são capazes de resistir aos impulsos da Besta.

Visão Geral

Já que cada Membro era um humano antes de seu Abraço, sua resposta mais natural em resistir à natureza feroz e predatória da Besta é se apegar à sua humanidade. Isso geralmente é representado pela força de sua Consciência e Autocontrole, virtudes comuns a Membros e mortais.

A humanidade de um Membro tem um efeito direto sobre a força da maldição vampírica; aqueles que perdem terreno para a Besta e perdem sua humanidade acham mais difícil interagir com os mortais, ser ativos durante o dia e despertar de longos períodos de torpor.

A humanidade é universalmente adotada pelos vampiros da Camarilla, mas mesmo entre o Sabá, é a forma “natural” e mais comum de lidar com a Besta. Alguns vampiros, entretanto, rejeitam os costumes da existência mortal e adotam um estranho Caminho da Iluminação, no qual aprendem ou constroem um padrão de moralidade totalmente diferente. Estes freqüentemente incorporam virtudes diferentes – convicção em vez de consciência e instinto em vez de autocontrole – e estabelecem uma relação muito diferente com a Besta. Substituir a moralidade da vida humana é uma tarefa assustadora, que não deve ser tomada de ânimo leve, e geralmente impossível sem o apoio de alguém que já segue o caminho alternativo.

A prática de assumir um Caminho da Iluminação era muito mais comum no Dark Medieval, quando todo vampiro tinha que escolher uma “Estrada”, um caminho quase religioso para a harmonia ou controle sobre a Besta. A Humanidade era uma dessas Estradas, conhecida então como Via Humanitatis (“Estrada da Humanidade”). Embora menos comum do que hoje, o Caminho da Humanidade ainda era o Caminho mais natural a seguir.

Valores de Humanidade

Valor de HumanidadeDescrição
10Santo
9Compassivo
8Atencioso
7Normal
6Reservado
5Distante
4Insensivel
3Frio
2Bestial
1Horroroso
0Inumano (Wight)

 

Hierarquia de Pecados

Valor de HumanidadePecado Moral
10Pensamentos egoístas
9Pequenos atos de egoísmo
8Ferimentos infligido a outros (acidental ou não)
7Furto e Roubo
6Violação acidental (beber de uma fonte até secá-la por estar faminto)
5Dano intencional à propriedade
4Violação devido a descontrole emocional (assassinato, matar uma fonte durante um frenesi)
3Violação premeditada (assassinato puro e simples, saborear a sangria)
2Violação negligente (matar sem pensar, alimentar-se além da saciedade)
1Os atos mais hediondos e perversos
0

 

Uma Humanidade de 0 indica nenhum valor moral. Tal criatura só sabe dormir, se alimentar e matar. O vampiro se torna um Inumano (Wight).

A Humanidade e o Torpor

Valor de HumanidadeTempor em Torpor
10Um dia
9Três Dias
8Uma Semana
7Duas Semanas
6Um Mês
5Um Ano
4Uma Década
3Cinco Décadas
2Um Século
1Cinco Séculos
0Um Milênio ou mais

 

Após este período de descanso, o jogador pode gastar um ponto de sangue e fazer uma tentativa de Despertar. Se o vampiro não tiver sangue em seu corpo, ele não pode se levantar até que seja alimentado; o vampiro pode tentar despertar enquanto tiver vitae em seu sistema. Se o vampiro se levantar com sucesso, ele é considerado Aleijado e deve gastar sangue ou caçar imediatamente para recuperar sua força total.

Referências

  • V20: Vampire: The Masquerade 20th Anniversary Edition, p. 311-313

 

você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!