Ordem de São Brás (St. Blaise) – Vampiro A Máscara

Durante o século 14, a Igreja Católica estabeleceu um auxiliar de 14 santos para proteger as massas atormentadas. Um dos 14, São Brás (St. Blaise), era conhecido por suas habilidades de cura de doenças da garganta. Tornou-se uma prática comum nesta época que, em 3 de fevereiro, os devotos teriam suas gargantas abençoadas por um par de velas cruzadas. Os Cainitas ativos na Igreja achavam particularmente irônico que aquelas mesmas gargantas abençoadas fossem uma refeição sagrada para os vampiros.

Nas Noites Modernas, a Ordem de São Brás (St. Blaise) é uma ordem clerical sob o controle do Sabá, principalmente Lasombra. Os membros da Ordem são conhecidos por negociar com os escalões mais altos da Igreja, e às vezes até com a Sociedade de Leopoldo. Por meio da manipulação cuidadosa dos recursos da Igreja e das “boas obras” feitas no nível da comunidade, os membros da ordem influenciam aspectos de suas cidades de uma forma que a maioria do Sabá tradicionalmente negligencia. Ao estabelecer rebanhos em cozinhas populares e isentar certos edifícios do status de impostos, a Ordem de São Brás (St. Blaise) expande o poder do Sabá em níveis locais. Ultimamente, a ordem estabeleceu pequenos mosteiros de clausura em todo o mundo. Os vampiros dentro da seita mantêm contato mínimo com os níveis mais altos da Igreja, preferindo o anonimato dos escalões mais baixos.

você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!