Tremere (Clã – Vampiro a Máscara)

Um mago Hermético da Romênia do século VIII chamado Tremere, foi o líder de uma cabala de usuários de magia que eram legitimamente temidos por sua obsessão por conhecimento e poder. Capaz de prolongar a sua vida anormalmente durante séculos, seus poderes acabaram diminuindo e seu domínio sobre a juventude tornou-se instável. Incapaz de aceitar sua própria mortalidade, Tremere lançou seus olhos no sagrado segredo da imortalidade. Em sua ganância, o mago instigou os experimentos mágicos mais aterrorizantes já realizados, condenando a si mesmo e a seus seguidores a um inferno que eles próprios criaram. Milhares de mortais foram assassinados e centenas de Membros foram vivificados e drenados em círculos rituais antes que Tremere e seus cultistas pensassem que haviam encontrado o elixir da vida. Como ficaram surpresos ao descobrirem a maldição de Caim. Aterrorizados, eles morreram e acordaram novamente para uma eternidade de não-vida e fome, separados de sua arte.
Em uma forma de escárnio aos antigos rituais mágicos, agora apenas sangue fresco permite que os Tremere lancem seus feitiços taumatúrgicos para distorcer a realidade.
“Permita-me convocar a ordem para este encontro de mentes. Devemos discutir os tipos de mortais que serão trazidos para o rebanho nesta e nas noites futuras.” Schrekt olhou para suas duas contrapartes através de uma mesa triangular. A sala em que se sentavam existia em três lugares ao mesmo tempo.
 
“Herr Schrekt, não acredito que nossas práticas tenham mudado tanto. Ainda abraçamos apenas as mentes mais brilhantes e aqueles que já estão em sintonia com o oculto. Mesmo que minha casa tenha como alvo sujeitos com uma moral menos restritiva que a sua, posso assegurar-lhe que não iremos conceder imortalidade aos indignos.” O representante da Casa Goratrix concluiu sua declaração, recostando-se nas sombras.
 
Schrekt olhou para o outro lado da mesa onde estavam reunidos. Caso a escolha tivesse sido feita sem consequências, ambos seriam obliterados sem hesitação. Infelizmente, eles serviram a seu propósito. Ele sabia por que o seu Sangue lhe dizia que era isso. Ele se virou para a mulher no outro canto. “E a Casa Carna?”
 
Carna corria o indicador direito sobre a palma da mão esquerda enquanto falava. “Nossa casa rejeita os velhos modos moldados por homens em suas buscas pagãs, por bruxas e por magos do caos que olham para o futuro. Para o bem da sobrevivência do nosso clã, devemos aumentar a nossa rede. Agora que os velhos laços murcharam, a sua casa é uma das últimas guardadas com a estrutura arregimentada da Pirâmide e eu não vejo razão para me apegar à tradição.”
 
Schrekt apertou a mandíbula sem perceber, seus punhos estavam cerrados. “Você abandonaria séculos de tradição por um capricho cismático? Como é possível que a Casa Tremere encontre mais em comum com a Casa Goratrix nessas noites?”
 
Carna deu de ombros sem olhar para cima. “Isso parece um problema Karl. Um que você precisa abordar. Note que a Casa Carna ainda pertence a Camarilla, pelo menos por enquanto.” A cabeça dela estava de frente para suas mãos, a linha de seus olhos subiu e o seu olhar se conectou brevemente com o dele. “Você ouviu as mesmas vozes que todos nós. Nenhum de nós está errado. Devemos ter permissão para seguir nossos caminhos separadamente e nos unir quando for a hora certa.”
 
Schrekt sorriu sem convicção. O representante da Casa Goratrix desapareceu. “Somente você e eu agora. Será que realmente vamos encher o nosso clã com leitores amadores de tarô, mulheres que dormem com folhas de chá e espíritas? Nós éramos um clã nobre.”
 
Carna desapareceu, com sua voz suavemente a seguindo. “Nós nunca fomos nobres. Nosso clã é composto por mortais que buscavam um poder que eles não mereciam. Talvez seja a hora de abraçarmos aqueles que realmente amam a magia por si só.”
 
QUEM SÃO OS TREMERE?
Depois que a Segunda Inquisição destruiu o Prime Chantry em Viena em 2008, os Tremere caíram de eminências cinzentas para “personae non gratae” em várias regiões. A arrogância da Pirâmide tornou os Usurpadores pouco amigáveis. Mas a necessidade da feitiçaria não desapareceu; alguma coisa sempre cresce quando o sangue amaldiçoado se desloca nas veias dos Membros.
Sem a Pirâmide para ordená-los em posição e em valor, os feiticeiros se veem competindo com seus companheiros e, cada vez mais, uns com os outros por qualquer coisa que lhes permita recuperar alguns de seus poderes anteriores. Uma perseguição em todo o clã por artefatos e grimórios pertencentes a seus antepassados cinzentos rivaliza com as intrigas sociais na feiura, e a aliança com a Camarilla é uma arma frequentemente usada entre as casas do clã Tremere. Enquanto isso, o termo “mago mercenário” está se tornando cada vez mais difundido, já que os bruxos que antes eram Ligados pela vontade de seus senhores se encontram livre para servir por qualquer preço que escolherem.
Os Tremere servem de três maneiras: os Bruxos servem aos outros clãs com perícias ocultas, eles servem à Camarilla com Feitiçaria de Sangue e eles servem a si mesmos com suas missões para conquistar poder. Embora mais Tremere ascendam à práxis nessas noites do que nunca, eles ainda reivindicam menos tronos em todo o mundo do que o Clã Nosferatu. Na verdade, a maioria dos Feiticeiros reconhece que se tornar Príncipe só é útil se os ajudar a expandir seu conhecimento. Os Tremere veem o verdadeiro poder como conhecedores das formas de moldar o mundo, ter acesso ao sangue certo e possuir o mais raro dos artefatos antigos.

À medida que os Tremere se aliam a estranhos círculos, procurando por relíquias e artefatos bem protegidos, ou analisando de perto os fragmentos de conhecimento relacionados ao mito Cainita – ao mesmo tempo avidamente guardando seus segredos um do outro – todos estão unidos em sua sede pelo conhecimento. Um Membro que deseje entender um pedaço de sua história fará bem em se aproximar dos Tremere em busca de respostas, contanto que eles estejam em paz e compartilhando alguns segredos – conscientemente ou não.

RELATÓRIO #139 – TRÊS CASAS

Nossa compreensão dos manipuladores de sangue da ameaça do corpo branco conhecidos como “feiticeiros” é escassa, apesar dos muitos encontros íntimos que tivemos. O que descobrimos ultimamente agora pode nos permitir questionar um deles mais detalhadamente e talvez provocar alguma resposta. Parece que os infectados deste grupo atribuem-se a uma de três facções. Nossas definições preliminares são as seguintes:

TREMERE: A facção principal. Hierarquia restrita. Muito reservada. O ataque B313 parece ter danificado esta facção significativamente.

CARNA: Uma facção marginal. Celular. Muito reservada. Difícil de atingir devido à sua natureza difundida. Tem boas graças em múltiplos cultos mágicos feministas.

GORATRIX: Outra facção marginal. Hierarquia restrita. Difícil de determinar números. Um informante jurou (sob interrogatório) que o líder morreu duas vezes e ressuscitou nas últimas noites.

As três facções são unificadas no sentido mais laxista, mas a rivalidade torna possível que possamos usá-las umas contra as outras

OS TREMERE NA SOCIEDADE DOS VAMPIROS 
 

Nossa Taumaturgia nos diferencia de todos os outros clãs. Somente nós governamos os milagres do sangue. Os forasteiros anseiam nossa magia hermética com ciúmes. Apesar de toda a sua antiguidade, os métodos e crenças dos clãs mais velhos estão atolados em superstição, ao invés de compreender a estrutura oculta da criação. Nós éramos por muito tempo o pilar mais forte da Camarilla e seremos novamente. Mas, por enquanto, somos buscadores. Sentimos que o Sangue fala com todos os clãs, e seremos nós que dominaremos a comunhão, o controle e a destruição, se necessário, das forças que despertam dentro de nós. Podemos ser divididos como um clã, mas nossa causa é a mesma: dominar os segredos da eternidade e mantê-los longe dos olhos dos ignorantes e indignos. O clã Tremere tem muitos nomes nessas noites. Nós nos referimos à casa antes do clã, embora a maioria de nós ainda ocupe posições dentro da Camarilla. Até nossa recente queda, chegamos a ameaçar o domínio dos Ventrue sobre a grande sociedade da noite. Agora nossa pirâmide está fraturada, duas grandes fendas nos dividiram em três casas. É triste, mas necessário. É necessária a mudança para o crescimento ocorrer. A mudança em nós espelhada por uma mudança no mundo. Como acima, tão abaixo. Nosso papel neste grande jogo de maldições e sangue é simples. Nós somos o clã que fará todo sacrifício necessário pela imortalidade e poder sobre a vitae. A Camarilla sempre foi a melhor aliança para alcançar esse objetivo. Servimos lealmente aos outros clãs, raramente adotando práxis para nós mesmos. Por que nos preocupar com a regra temporal quando temos toda a eternidade para experimentar?

RELATÓRIO #260 – A QUARTA CASA

Investigações recentes nos levam a acreditar que nossa suposição inicial no Relatório nº 139 estava incorreta. Onde, nesse relatório, declaramos que os pós-mortais conhecidos como “Feiticeiros” estavam alinhados em três “Casas” separadas, nossos estudos sobre os anarquistas revelaram uma quarta casa conhecida como “Ipsissimus” (veja Crowley, Aleister no Relatório # L32AC para obter mais informações sobre esse termo). Uma expansão aparentemente recente, esses corpos brancos apolíticos parecem estar mais preocupados com assuntos espirituais do que com jogos políticos, mas de maneira perturbadora eles praticam rituais violentos de derramamento de sangue e sacrifícios que causam preocupação até mesmo em outros hematófagos. Embora pareçam não externar sadismo, a facilidade com que assassinam, mutilam e se entregam a atos carnais implica uma estrita desconexão do comportamento humano normal. A Casa Ipsissimus está no nosso radar para imediatamente mirar e destruir, a menos que possamos encontrar um propósito para mantê-los como espiões ou instigadores desconhecidos. Neste momento, não estamos preocupados com a atividade interna deles.

 
CASA IPISSIMUS

Somos incomuns, mesmo para magos do sangue. Eu admito isso. O fato é que, quando o vínculo se rompeu, nosso mestre magus tornou-se um verme de três olhos – se os rumores estiverem certos – e Viena foi destruída. Bem, pra ser sincero, estou surpreso que não tenha ocorrido mais faccionismos. A Casa Carna afirma ter simpatias anarquistas, mas essas bruxas são completamente Camarilla. Schrekt afirma representar o núcleo do clã, a facção tradicionalista, mas como ele pode fazer tal afirmação quando o pico da pirâmide foi cortado? E então temos as aberrações da Casa Goratrix, Ugh. Pareceu-me natural que nos apegaríamos à magia que conhecemos em vida. Sem a ordem imposta do Clã Tremere, explorando a magia do sangue e a ascensão do corpo e espírito de maneiras que poderíamos nos edificar, não imitando os erros do passado. Mas sim, somos incomuns. Somos a única Casa de Tremere que pertence exclusivamente ao Movimento Anarquista, mas não permanecemos aqui por ódio à Camarilla ou por amor ao rebanho. Ficamos aqui porque nunca encontraremos nossos ápices enquanto existirmos em uma gaiola. Nós da Casa Ipsissimus acreditamos nos esforços de nossos antepassados, Crowley, Harris, Regardie e outros. Todos nós podemos alcançar a iluminação, mas ninguém deve fazer essa jornada sozinho.

ARQUÉTIPOS TREMERE

Tremere arquetipos
LEGALISTA DA PIRÂMIDE
Até recentemente, a hierarquia da pirâmide fazia dos Tremere um dos clãs mais rígidos. Eles ainda incluem um número de conservadores leais fortemente ligados à ordem original do clã pela vontade, se não por sangue. Um legalista da Pirâmide ainda pode aderir aos costumes da responsabilidade entre pai e filho, manter as fileiras e a tutela de uma capela formal e procurar reconstruir o prestígio e a notoriedade do clã. Alguns legalistas da Pirâmide desejam procurar em Viena os restos do acervo de informações do clã, embora os anciões Tremere tenham declarado o domínio fora dos limites.
ERUDITO ETERNO
Este Tremere foi um pesquisador dedicado antes de seu Abraço e a morte não faz nada para impedi-lo de sua busca obsessiva pelo conhecimento. Mesmo que o clã sempre tenha olhado para o arcano, o estudioso não precisa ser um antigo ocultista, mas poderia muito bem ter sido um cirurgião inovador, um teólogo com um gosto por textos sacrílegos ou um colecionador de livros raros. Frequentemente, este Membro está preocupado em entender sua própria natureza, e é possível que ele tenha se tornado um especialista na história de sua espécie.
PAGÃO INCONFORMADO
Alguns Membros muitas vezes escolhem os Tremere seguidores de Carna como “novatos”, não entendendo a profundidade da exploração mágica, do culto feminino e da liberdade que esses bruxos praticam. Seja um antigo Wiccano ou Satanista, um membro anterior do clã Tremere que se alinhou com a rebelião de Carna, ou apenas alguém que na vida foi oprimido e ansiava por autonomia pessoal e autoridade sobre aqueles que os machucaram, algo sobre essa bruxa de sangue vai contra o cerne das tradições do clã. Eles falam de mudança e animadamente perseguem seus sonhos de magia proibida.
FORASTEIRO AMBICIOSO
A nova vontade de abraçar indivíduos de fora das fileiras tradicionais de acadêmicos e ocultistas traz uma série de indivíduos com ideias para o clã e para a prática da Taumaturgia. O forasteiro ambicioso pode ser uma bruxa branca ou um rebelde destinado aos anarquistas. É provável que um Tremere se esforce para ganhar respeito no clã, mas com muito a provar e o apoio nominal da Casa Carna o forasteiro ambicioso pode ir longe.
CHEFE DA SEGURANÇA
Os Tremere são mais do que acadêmicos e bibliotecários. Os dons que possuem permitem-lhes identificar ameaças, manipular mentes e destruir agressores – mesmo após a dissolução da Pirâmide, muitos outros membros ainda consideram os usurpadores com desconfiança, lembrando-os como o clã de assassinos e torturadores. O Xerife ou Chefe de Segurança dos Tremere provavelmente herdou suas habilidades especializadas de uma vida anterior como um agente de segurança de algum tipo.
DISCIPLINAS
AUSPÍCIOS
Os Tremere usam o Auspícios para perceber as auras dos outros, procurar por evidências de essências mágicas e objetos importantes deixados para trás e para se comunicar uns com os outros através de grandes distâncias sem medo de serem ouvidos por acaso. Ao precisar se alimentar, o Auspícios ajuda o Tremere à procura de um recipiente maleável, pois eles podem discernir os entusiastas dos relutantes. Muitos Tremere usam o Auspício para determinar o que um mortal precisa para ser mais maleável.
FEITIÇARIA DE SANGUE
Mestres taumaturgos, a perícia dos Tremere em Magia do Sangue faz deles um valioso, embora pouco confiável, pilar da Camarila. Usando a Feitiçaria de Sangue, eles podem transmitir ataques devastadores à mente e ao corpo de um oponente, defender-se e facilitar a sua alimentação. Alguns bruxos usam a Taumaturgia para tirar o sangue de um mortal de suas veias sem precisar tocá-los.
DOMINAÇÃO
Os Tremere farão quase de tudo por conhecimento e influência, e a Disciplina Dominação é a que os deixa escapar ilesos. Roubo, traição e o assassinato injusto do carniçal de um membro do clã são facilitados pela capacidade de controlar a mente e o corpo de um mortal. Ao tentar se alimentar, um Tremere mostrará pouco escrúpulo contra o uso da disciplina para forçar um mortal a expor sua garganta.
MALDIÇÃO
Uma vez o clã já foi definindo por uma rígida hierarquia de Vínculo de Sangue, alcançando desde o topo até a base da Pirâmide. Mas depois da queda de Viena, o Sangue recuou e abortou todas essas conexões. A vitae do Tremere não pode mais ser ligada a um Vínculo de Sangue com outros Membros, embora eles mesmos possam ser ligados por membros de outros clãs. Um Tremere ainda pode ligar mortais e carniçais, embora o vitae corrompido deva ser bebido um número adicional de vezes igual a Severidade da Maldição do vampiro para que o vínculo se forme.
Alguns teorizam que essa mudança é a vingança do Antediluviano devorado por Tremere, outros atribuem isso a uma simples mutação. Independentemente disso, o clã estuda a sua vitae com atenção para descobrir se o processo pode ser revertido e, de fato, determinar se eles gostariam de fazê-lo.
Referência
 
Vampire: The Masquerade 5th edition, pg. 93 – 97 
você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!