Troile – O Ancião Brujah – Vampiro a Máscara🥇

Troile é um ancião Cainita, que é o progenitor da encarnação moderna do Clã Brujah. De acordo com os Mitos, O Antediluviano Brujah original foi diablerizado justamente por Troile, que era uma das suas crias. Temos que notar que Troile não é realmente um Antediluviano per si – ou pelos menos não por causa de seu abraço – mas em muitas fontes é dito que ele de fato conseguiu chegar na terceira geração.

Veja tambem:

Vampiro A Mascara 5 edição Português [Tradução Completa]🥇

Tudo sobre o Clã Brujah🥇

Tudo sobre os Brujah no V5 – Vampiro a Máscara 5° Edção🥇

PERFIL RESUMIDO

Nome: Troile

Apelidos: Troia, Ilion

Abraço: pouco tempo depois do Diluvio, aproximadamente em 6000 A.C

Morte: 146 A.C (presumida)

Geração: 4° (Original), 3°(Através de Diablerie)

Senhor: Antediluviano Brujah

Crias: Etheyra, Losario, Gersakkun of Tyre, Meneleus (perto de 1200 A.C.), Hannibal

Biografia

Uma das primeiras coisas a se dizer é que o gênero de Troile é Ambíguo, ele é conhecido por ser uma pessoa passional e impetuosa. Troile foi abraçado pelo Antediluviano Brujah, que também era conhecido como “O Erudito”, em algum momento perto de 3000 A.C. Contudo, o Abraço foi uma violação direta de um dos Éditos de Caim, que consistia em impedir a Terceira Geração de criar progênies. Por causa da falta de emoções que o Antediluviano Bujah tinha, quando Troile descobriu que o seu abraço foi uma violação da lei, ele temeu que seu Senhor o destruísse. Então Troile conspirou para Diablerizar o Antediluviano Brujah, roubando os poderes de terceira geração que ele tinha no processo. Com o progenitor do Clã fora de cena, Troile assumiu a liderança do Clã Brujah, e ele foi reconhecido como uma vampiro de terceira Geração. Em algumas histórias, contudo, afirmam que Troile e o Antediluviano Brujah são a mesma pessoa, já que existem poucos ou nenhum registro dos dois juntos no mesmo lugar, e com isso o Antediluviano Brujah fingiu a sua propria destruição e assumiu a identidade de Troile.

Os pródigos contam a história de que Arikel e Troile estavam preocupados com a maneira de como os Cainitas da primeira cidade se comportavam, então ambos foram até Saulot em busca de ajuda e conselhos. O Curandeiro afirmou que apenas a empatia os ajudaria a manter o vínculo com a humanidade e assim tanto Troile quanto Arikel foram trabalhar em um projeto de arte que demorou cento e um anos para ser concluído, e depois disso o mostraram a Caim. O trabalho focava em inspirar no público as mesmas emoções que os cainitas inspiravam no povo mortal. Caim ficou profundamente comovido com isso e chamou Arikel e Troile para o seu lado, perdoando as suas contendas passadas. Esses pródigos afirmam que esta foi a origem da Trilha da Humanidade.

Em 146 A.C. Troile participou da batalha final de Cartago. A cidade de Cartago foi derrotada em combate enquanto se defendia do cerco romano, algumas fontes citam um matusalém Malkaviano, supostamente de quarta geração, que utilizou uma potente habilidade de Demência contra eles. De acordo com os Baali, Troile literalmente “desceu na terra”, presumidamente usando a habilidade “fusão com a terra” da Disciplina Metamorfose, Troile fez isso com o seu amante Baali Moloch (que era um matusalém), ele fez isso a fim de se esconder dos atacantes romanos. Os vampiros romanos jogaram sal na terra onde supostamente Troile Moloch estavam, depois disso eles realizaram um ritual que fez com que Troile e Moloch ficassem presos na terra em eterno torpor. Por isso Troile esta ausente em muitas das interpretações modernas da Gehenna.

 

Troile e Ilyes no Livro Gehenna: Time of Judgement

De acordo com o cenário “Fair is Foul” (sem tradução oficial, uma possível tradução seria “É sujo, mas é justo”) o Antediluviano Brujah, que aqui se autodenomina Ilyes aparece e diz que só teve uma cria, Troile, e mesmo assim ele julga que foi um erro de sua parte. Ilyes conseguiu fingir a sua morte ao invocar os poderes da sua Disciplina exclusiva, Temporis, no momento em que Troile iniciou a Diablerie nele. Ao usar Temporis, Ilyes jogou a si mesmo para frente no tempo, aparecendo justamente no jardim de Lilith durante a Idade das trevas. Ilyes se aliou a Lilith e aos seus apóstatas contra Caim, Troile e todo o Clã Brujah, porque eles descendiam do seu erro de decisão de ter Abraçado Troile.

 

Linha do Tempo do V20

Um dos Cultos da Gehenna, chamado de “Royal Order of Edenic Groundskeepers” (algo como “Ordem Real dos Guardiões do Éden), encontraram evidências de que Troile foi enterrado sob a barragem de “Sidi Salem” na Tunísia. Um grupo enviado por Marcus Verus foi enviado para investigar, mas lutou contra uma série de emboscadas durante o caminho. Deduzindo que a Ordem devia ter algum espião entre o alto escalão deles para que eles tivessem sido seguidos, eles se retiraram para Testour para planejarem o seu próximo movimento. Na verdade, a Tal’Mahe’Ra deixou cair as pistas e o expulsou em seguida para seus próprios propósitos.

O Genero de Troile

Os livros Chicago by Night, Livro de Clã Baali, e o Livro de Clã Brujah assumem que Troile é do sexo masculino.

Contudo, os Livros “Dirty secrets of the Black hand” e “Gehenna: Time of Judgement” se referem a Troile como sendo do sexo feminino, sugerindo que o Antediluviano Brujah chegou inclusive a ter um caso de amor com “ela”, mas não podia expressar o que sentia porque ele era incapaz de expressar as suas emoções.

O Livro de Clã Brujah Revisado, nota a discrepância entre essa afirmação do gênero de Troile, e diz que Troile não tinha género ou que podia mudar o seu gênero através de sua vontade.

Referencias:

  • (Livro) Road of Humanity, p. 15-16
  • The Black Hand: A Guide to the Tal’Mahe’Ra, p. 43
  • Livro de Clã Brujah, p. 14 
  • Livro de Clã Brujah Revisado 
  • Chicago by Night Second Edition, p. 62
  • Gehenna: Time of Judgement, p. 101
você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!