Tzimice V5 – Vampiro a Máscara 5° Edição🥇

Os Tzimice são um dos Clãs disponiveis para os personagens jogadores no RPG Vampiro a Máscara 5° edição, são eles:

Banu Haqim (Assamitas) V5 – Brujah V5 – Gangrel V5Hecata V5 (Cappadocios, Giovanni etc etc)Lasombra V5
Malkavianos V5O Ministerio (Seguidores de Set) V5Nosferatu V5Ravnos V5Salubri V5Toreador V5
Tremere V5Tzimice V5Ventrue V5Caitiff V5Sangue-Fraco V5Mortal V5Carniçal V5

Veja Tambem:

Vampiro A Mascara 5 edição Português [Tradução Completa]🥇

Tudo sobre o Clã Tzimice🥇

Tudo sobre o Antediluviano Tzimice🥇

Tzimice no V5

Apelidos dos Tzimice: Dragões, O Velho Clã, Voivodes, Stokers, Demonios.

Nota de Tradução: A palavra Stoker, significa “foguista”, que é o trabalhador que poe carvão em um locomotiva, mas nessa adaptação consideramos como “Stokers” que vem do ilustrissimo Bram Stoker, escritor e criador de um dos livros mais famosos dessa figura conhecida como o Drácula.

Para os Tzimisce, a posse é tudo. Eles visam sempre conquistar e governar e esse é um assunto que eles costumam pensar de modo possessivo, eles zelosamente guardam suas coisas como um dragão homônimo guardaria um Tesouro escondido. Os encargos do clã têm sido tradicionalmente definido geograficamente, como um terreno ou regiãoo, e até mesmo pessoas, e os Tzimisce mais velhos têm reputação de serem senhores aterrorizantes em seus castelos que pairam acima dos penhascos. As novas gerações, porém, estenderam suas obsessões para  reivindicações mais liberiais de posse: algo como cultos, empresas, gangues, e até mesmo unidades militares. A Sua cobiça se limita apenas se eles tiverem falta de ambições expansivas, e uma vez que os Tzimice tomam posse de algo ou algum lugar eles são excessivamente difíceis de se desalojar, uma vez que afundaram suas garras.

QUEM SÃO OS TZIMICE?

Ter sido Abraçado por um Tzimisce significa possuir por uma questão de possuir coisas, e manter essas coisas fora das mãos de outros a todo custo. Na verdade, muitos Tzimisce considerar o próprio Abraço como um ato de propriedade, e muitos têm relacionamentos decididamente tradicionais com seus filhos, a quem eles podem até considerar como propriedade em casos extremos. Se levados ao seu limite, muitos Tzimice prefirem queimar com sua posses do que deixá-las cair nas mãos de outros; como dragões, eles são totalmente familiares com o significado de “terra arrasada”. Até onde eu sei na atualidade dessa noite, eles tem o punho de ferro, com a luva de veludo totalmente opcional cobrindo.

Em alguns casos, suas propriedades são consensuais, mas na maioria dos casos essas pessoas-propriedade vivem com medo de um mestre indiferente que não se importa com a felicidade de seu prêmio – apenas que continue sendo deles. Membros viajantes visitantes de outros clãs ocasionalmente ficam chocados ao ver os Domínios degradados de um Tzimisce que estão sendo negligenciados ou estão estéreis, até que se lembram de que os dragões não necessariamente se preocupam com o seu bem estar ou o seu florescimento, se preucupam apenas que eles são totalmente a sua propriedade. Um cortiço decrépito é simplesmente uma posse como qualquer outra de um Tzimisce quanto opulentas propriedade em terras ancestrais.

Essa possessividade implacável se estende também em forma física – e além – dos Tzimisce, que se consideram os proprietários finais de seus corpos, mesmo além das limitações da Maldição do próprio Caim. Muitos dragões praticam uma especialização da Disciplina Metamorfose conhecida como Vicissitude que lhes permite retrabalhar seus corpos , de seus lacaios e de suas vítimas, mesmo que não sejam coniventes. Na verdade, aqueles que conhecem as tradições do clã lembram as primeiras noites da Vicissitude, quando os Tzimisce recusaram a atender às limitações da Metamorfose das formas de lobo e morcego, e isso elevou o seu domínio ainda mais longe.

Mesmo além da prática da Vicissitude física, os dragões estão ansiosos para estender seus domínios para o reino da mente e do espírito. Estes Tzimisce praticar uma forma de transcendentalismo que vai alem dos proprios limites do próprio vampirismo. Eles transformar-se em estátuas ou ícones, ou alterar os traços de seus gênero (tais vestígios mortais …), ou cultivam séquitos de sósias para alimentar a sede da sua própria individualidade. Ao ouvir os mais velho contos, alguns senhores Voivodes se tornaram um com seus refúgios, ou mesmo suas terras natais, fundindo suas consciências com o próprio solo do domínio. Que melhor maneira para mostrar a propriedade da terra e seu povo do que para torne-se aquela mesma terra e sustentas as gerações que estão por vir?

Como era de se esperar, isso cria divisões severas entre jovens Tzimisce, que muitas vezes têm pouco do que seria considerado uma propriedade no sentido tradicional, e os dragões mais velhos tem tempo para reivindicar e redobrar os seus preciosos bens, e isso tem sido assim desde tempos imemoriais. Sem surpresa, então, todos sabem que os Tzimisce participaram vigorosamente na Revolta Anarquista, e foram um dos Clãs fundandores do Sabá, rebelando-se contra os tirania dos mais velhos. Porem mesmo nas noites modernas existe certa cautela, e os dragões são excepcionalmente astutos quando se trata de definir as acusações sobre as quais eles deveriam reivindicar certa propriedade, para que um voivode mais cobiçoso não tome a mesma e possa cobrar por conta própria.

Poucos guardam rancor ou odeiam seus anciões como um Tzimisce, e o clã tem vários membros tanto do Sabá quanto dentro dos Anarquistas. Entre a Mão Negra por outro lado, uma mentalidade quase medieval impulsiona o apego dos Dragões para destruir os peões dos antigos que eles tento desprezam. Da mesma forma, por serem excluídos da maioria dos domínios, isso ​​muitas vezes leva os jovens Tzimisce a os jeitos modernos dos Anarquistas, conforme eles redefinem a eles próprios e suas posses para reivindicar participações relevantes durante as noitess que virão. Alguns poucos Tzimisce, geralmente arqui-tradicionalistas, encontrão um familiar (alguns diriam anacrônico ou mesmo estagnado …) conforto no neofeudalismo da Camarilla, mas estes são comparativamente raros, e a maioria dos tribunais da Camarilla têm pouco amor por sua avareza. Poucos Tzimisce veem a seita como muito mais do que um meio para um fim pessoal, e a Camarilla lhes dá pouca confiança em troca. Em seu pior estado, os Tzimisce são tiranos, sem o senso de obrigação ou dever que a nobreza costuma transmitir.

 

DISCIPLINAS

ANIMALISMO (Link Animalismo no V5)

Alguns Tzimisce cultivam Animalismo como uma extensão de sua unidade com seus domínios. Outros o vêem como uma ferramenta para melhor comandar hospedeiros de bestas menores, a fim de reivindicar aqueles domínios. Em qualquer um dos casos, os Tzimisce há muito sentem um afinidade mesmo com os habitantes mais bestiais de seus terras ancestrais.

DOMINAÇÃO (Link Dominação no V5)

 

A Disciplina perfeita para se fazer cumprir os éditos de alguém por pura força mental. Dominação não apenas ajuda os Dragões a tomarem os objetos de seus obsessão, mas também condiciona seus servidores de longo prazo em extensões da vontade inquestionável dos Demônios.

METAMORFOSE (Link Metamofrsoe no V5)

Como mestres da sua própria forma física, os Tzimisce usam Metamorfose para se forçar a assumir outras formas, especialmente aquelas associadas a muitas das terras ancestrais do Velho Clã, como o morcego e o lobo. Além desses  tradicionais disfarces, muitos Tzimisce praticam os métodos da Vicissitude, que lhes permite transcender as formas rotineiras de Metamorfose e tratam seus próprios corpos e seus súditos como a argila de suas vontades.

O seguintes poderes representam a nova Vicissitude no V5:

  • Vicissitude (Metamorfose 2, Amálgama: Dominação 2)
  • Moldar a Carne (Metamorfose 3, Amálgama: Dominação 2)
  • Forma horripilante (Metamorfose 4, Amálgama: Dominação 2)
  • Um com a Terra (Metamorfose 5, Amálgama: Animalismo 2, pré requisito: Mesclar com a Terra)

 

Maldição e Fraqueza de Clã

Os Tzimisce são presos a sua terra. Cada Tzimisce deve escolha uma posse específica – um domínio físico, um grupo de pessoas, uma organização ou mesmo algo mais esotérico – mas claramente definido e limitado. O Membro deve passar seus dias dormindo cercado por sua posse escolhida. Historicamente, isso significava sempre dormir sobre o solo de sua terra, mas também pode significar estar cercado por aquilo que eles comandam nas noites atuais: um certo tipo de pessoa, um edifício profundamente ligado à sua obsessão, uma facção de contracultura local, ou outros elementos mais estranhos. Se eles nãoo fizerem, eles sofrem dano agravado na sua Força de Vontade igual à sua Severidade de Maldição ao acordar na noite seguinte.

 

COMPULSÃO DE CLÃ

Tzimice: Possessão

Quando um Tzimisce sofre da sua Compulsão, o Membro fica obcecado em possuir algo na cena, desejando adicioná-lo ao seu proverbial Tesouro escondido. Isso pode ser qualquer coisa, desde um objeto até uma propriedade, ou memso uma pessoa real. Qualquer ação não levada para este propósito, incorre em dois dados penalidade nos testes do Tzimice. A Compulsão persiste até a posse ser estabelecida (o Narrador decide o que constitui uma propriedade no caso de um não objeto) ou o objeto de desejo se torna inatingível.

 

Arquétipos Tzimice

Senhor de Terras

Desde tempos imemoriais, os Tzimisce têm sido os senhores de seus domínios. Nas noites modernas, no entanto, o velho estereotipo do senhor da montanha praticamente desapareceu. Os Tzimisce são um clã astuto, embora, eles não sejam mais os senhores feudais dos tempos ancestrais e Propriedades do Velho Mundo, eles encontram maneiras de exercer controle sobre seus domínios urbanos e territórios rurais onde eles vivem. Os Senhores das Terras podem possuir cortiços ou arranha-céus, mas o resultado é o mesmo: eles extraem a riqueza de seus inquilinos assim como eles sangram suas vítimas por seu sangue, e eles consideram ambos serem extensões de sua propriedade.

Lider de Gangue

Não é tanto uma gangue, mas uma maneira de ter certeza todo mundo está cuidando de todo mundo está de volta quando o o resto do mundo os descartou. A gangue O líder sai do caminho para mostrar como todos trabalhando em direção a um objetivo comum que a sociedade diz eles que eles não podem ter, simplesmente precisam chegar e pegue. Se eles não estivessem correndo um cartel de drogas ou uma proteção raquete, o líder da gangue iria ser saudado como um capitão da indústria.

Portador do Rancor

Quando um Tzimisce reivindica um domínio, eles ficam em estado de conflito com todos aqueles que procuram tomá-lo dele, o que muitas vezes par aum Demonio avarento pode ser literalmente qualquer um. Os tzimice em particular, têm uma longa historia de hostilidades contra os Tremere, Gangrel e Nosferatu, a quem eles veem de várias maneiras, mas não apenas como usurpadores do Sangue, mas também como intrusos em seus territórios que pertenciam a eles por direito ou a seus senhores. Grudgebearers levantam-se todas as noites para exigir alguns pequenos mote de vingança fria contra aqueles que percebem que tê-los desprezado, e essa culpa pode muito bem ter transferido através de uma linhagem injuriada, deixando o Stoker para processar vinganças contra as crianças de filhos de rivais odiados.

Comandante de Forças Especiais

Não possuindo um domínio de terra tradicional, o O Comandante de Forças Especiais, ao invés disso, obtem respeito no clã por sua unidade e seus soldados que o seguem cegamente até mesmo para o próprio Inferno. Então o Comandante de Forças Especiais espera o seu tempo e treina as suas tropas, para quando chegar o tempo de eles talvez puderem aproveitar um insurreição ou ação de policiamento em uma reivindicação maior de domínio.

 

LACAIOS CARNIÇAIS

Muito mais do que apenas vítimas feitas de carne, os infame Carniçais Tzimisce conhecidos como Szlachta e Vozhd são criados por meio de rituais há muito esquecidos, fornecendo a eles com armamentos imbuídos de sangue e uma lealdade muito além dos escravos do Laço de Sangue. Enquanto eles são extremamente raros nas noites modernas, os Demônios mais velhos que ainda estão ativos são conhecidos por fazer uso dessas criaturas desumanas, mesmo que apenas como último recurso, e alguns agora são escravos sem mestre e ainda podem proteger os antigos refugios de Membros que já partiram. Além mesmo dessas criaturas assustadoras, os rumores persistem de famílias inteiras de Carniçais em serviço dos anciãos os Tzimisce mais destacados. Isso significa que esses anciões alimentam esses carniçais com grandes torrentes de seu sangue para as famílias inteiras, ou que de alguma forma eles inventaram uma maneira de passar a qualidade de ser um Carniçal ser transmitida por congênito familiar, e se isso for verdade, é algo terrivel de simplesmente se pensar que existe.

SZLACHTA

Os servos leais dos mestres Tzimisce, os Szlachta são frequentemente escolhidos por sua lealdade ja existente, em vez de tendo isto enraizado e colocado neles de modo artigicial. Ainda assim, nunca é demais tenha certeza…. Um Szlachta pode assumir muitas formas, desde um mordomo sutilmente alterado que cuida da propriedade de um Demônio, para um retorcido carregador de objetos da liteira de seu mestre. Especialmente entre os séquitos dos jovens Tzimisce, os Szlachta mais especializados e modernos podem ser encontrados em serviço. O que quer dizer que não existe tal coisa como um Szlachta “médio” – o que é apresentado abaixo é um servo básico que os Narradores podem modificar para se adequar as necessidades da história.

Parada de dados padrão: Físico 4, Social 2, Mental 4

Atributos secundários: Vitalidade 10, Força de Vontade 4

Parada de Dados excepcionais: Uma Perícia especializada: 8

Disciplinas: Dois poderes de nível 1

Especial: Quando criados para a guerra, rituais podem ser usados para revestir as esporas ósseas com propriedades equivalente a armas ferozes para um Szlachta . Alguns Szlachta com condicionamento especialmente implacável são efetivamente imunes aos poderes alucinantes e Disciplinas como como Dominação ou Presença.

 

VOZHD

Esses leviatãs de pesadelo são híbridos criados a partir de dezenas de Szlachta que foram enxertados uns nos outros através da Vicissitude e feitiçaria de sangue. Fanáticos primitivos, dizem que eles são empregados em áreas remotas quase como as máquinas de cerco de eras passadas, com terror e caos como sendo a sua meta principal. O Vozhd não tem personalidade. Ele não posso escolher desafiar seu mestre, nem pode criativamente interpretar seu propósito. Isso também significa que um Vozhd não pode ser enganado, embora possa ser evitado, fugir dele ou mesmo, no entanto improvável o pensamento, ser derrotado por combatentes mais potentes. Ele não precisa comer nada para sustentá-lo, além do sangue do mestre uma vez por mês, mas o seu apetite parece infinitamente voraz. Os Narradores devem se sentir à vontade para ajustar Caracteristicas individuais para refletir o natureza única de cada vozhd, mas os jogadores tem poucas probabilidades ​​de lidar com esses Carniçais de guerra com frequência suficiente para que tais nuances sejam verdadeiramente reconhecíveis.

Paradas de dados padrão: físicos 10, Social 0, Mental 4

Atributos secundários: Vitalidade 14, Força de Vontade 6

Paradas de dados excepcionais: Briga: 12 Corpo a corpo: 12

Disciplinas: Potência 3 Fortitude 3

Especial: Um Vozhd tem seus Atributos Fisicos aumentados atráves da Vicissitude e modificações que se comportam como armas, que causam dano superficial não reduzido pela metade (modificador de +4 de dano) para vampiros e outros sobrenaturais criaturas. Eles também estão cobertos com o equivalente a 4 (ou mais) pontos de armadura, e os Narradores são incentivados a serem criativos no que diz respeito a modificações posteriores. Eles são imunes aos poderes que alteram a mente, dado o seu raciocinio simples. Boa sorte!

Referências
  • V5 – V5 Companion, pag 18 a 23

Veja Tambem:

Banu Haqim (Assamitas) V5 – Brujah V5 – Gangrel V5Hecata V5 (Cappadocios, Giovanni etc etc)Lasombra V5
Malkavianos V5O Ministerio (Seguidores de Set) V5Nosferatu V5Ravnos V5Salubri V5Toreador V5
Tremere V5Tzimice V5Ventrue V5Caitiff V5Sangue-Fraco V5Mortal V5Carniçal V5

Vampiro A Mascara 5 edição Português [Tradução Completa]🥇

Tudo sobre o Clã Tzimice🥇

Tudo sobre o Antediluviano Tzimice🥇

você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!