Ur-Shulgi – Vampiro A M√°scaraūü•á

Ur-Shulgi, arauto e mestre da tradição de Haqim, é o atual mais velho do clã Banu Haqim e o principal defensor do renascimento fundamentalista que está ocorrendo no clã. Segundo cria de Haqim, Ur-Shulgi é um ser de idade incrível e poder indescritível.

Perfil Resumido

Nome: Ur-Shulgi

Apelidos: O Pastor, O Pastor Negro, A Cria Odiosa, O Arauto de Haqim, O Sem Pele, Arauto da Destruição

Genero: Masculino

Nascimento: Entre  2.200 A.C. e 2000 A.C.

Abraço:  Na noite quando as pedras falaram e os céus choraram uma chuva de sangue

Cl√£: Assamita(?), Baali(?)

Gera√ß√£o: 4¬į

Senhor: Haquim

Crias: Al-Ashrad (século 1 D.C.)

Alianças: Crianças de Haquim

Status: Líder dos Filhos de Haqim

Biografia

” Viajei para a terra de nossos ancestrais e enfrentei o arauto. Ele √© escuro e terr√≠vel – a f√ļria do seu c√©u e o fogo do seu inferno. Preto e impenetr√°vel como a noite mais escura. ‚ÄĚ
– Thetmes [1]

A √ļnica lealdade de Ur-Shulgi √© para com seu senhor e remodelar o cl√£ em uma forma mais digna de Haqim. Desde o despertar de 18 s√©culos de torpor, Ur-Shulgi tem se dedicado principalmente a eliminar as fraquezas do cl√£ Assamita, notavelmente a ado√ß√£o geral do cl√£ do Isl√£ e Assamitas cism√°ticos como Talaq e sua pr√≥pria cria, al-Ashrad.

Ele est√° movendo o cl√£ para um papel mais sombrio e sangrento (se isso for conceb√≠vel), reinstaurando a Trilha do Sangue como a religi√£o do cl√£ e exterminando qualquer dissidente com extremo preconceito. Seus planos inabal√°veis ‚Äč‚Äčlevaram a um cisma no cl√£, particularmente entre as castas Vizir e Feiticeiro, com uma cole√ß√£o de dissidentes sob al-Ashrad buscando ref√ļgio na Camarilla.

O Passado

Em certos fragmentos do Livro de Nod, principalmente aqueles recuperados no Oriente M√©dio, aparecem passagens que falam dos deuses antigos – aqueles adorados pelos mortais que moravam na Segunda Cidade. Alguns desses nomes s√£o familiares ao erudito Cainita das noites modernas: Ashur, Kel-nach, Enkidu, Rashadii. Alguns n√£o t√™m correla√ß√£o direta com nenhum outro registro da hist√≥ria dos Membros: Mancheaka, Nar-Sheptha, Sha’hiri e Ur-Shulgi. Este √ļltimo nome aparece em quatro passagens separadas, e estudiosos Setitas inferem de seu contexto que √© um avatar de um dos deuses da guerra da Segunda Cidade: o deus da guerra Haqim.

De acordo com a lenda, Ur-Shulgi apareceu pela primeira vez durante a Segunda Guerra Baali, virando sozinho a maré no conflito com seu comando sobre a magia do sangue. No relato mais comum dos Assamitas sobre a guerra, foi Ur-Shulgi quem destruiu os exércitos dos Baali, fazendo com que as próprias pedras gritassem e um rio de sangue fluísse. Ele fez sua primeira aparição para o clã depois, sua pele já queimada e seus olhos já perdidos.

Um conto sobre a origem de sua cria, al-Ashrad, conta que Ur-Shulgi conseguiu mediar uma discussão entre Haqim e o ainda vivo al-Ashrad e foi ordenado por Haqim a Abraçar o mago mortal como compensação por uma cria de Haqim que al-Ashrad havia matado em legítima defesa. Depois disso, sua figura desaparece dos contos Assamitas registrados, talvez ligados a seu longo torpor.

Despertando do Torpor

” N√£o existe independ√™ncia na Jyhad. S√≥ falta consci√™ncia dos pr√≥prios mestres. ‚ÄĚ
– Ur-Shulgi

No final dos anos 90, Ur-Shulgi acordou e ficou muito descontente com o estado de seu outrora orgulhoso cl√£. Atrav√©s de seu poder, ele quebrou a Maldi√ß√£o de Sangue dos Tremere e come√ßou a testar as crias de Haqim, destruindo todos aqueles que se recusassem a se converter de volta aos velhos h√°bitos do Cl√£ e da Trilha do Sangue. Al√©m disso, ele interpretou a Lei do Julgamento das Leis de Haqim como significando que todos os outros vampiros (e muitos dos Filhos de Haqim) falharam em viver de acordo com os padr√Ķes de honra e integridade estabelecidos por Haqim nas noites da Primeira Cidade e devem ser destru√≠dos antes que sua contamina√ß√£o se espalhe, uma interpreta√ß√£o que os membros da fac√ß√£o legalista compartilham em um grau ou outro. Isso levou a uma confus√£o com outros Assamitas, mais notavelmente com sua pr√≥pria cria, al-Ashrad.

O Cisma destruiu Alamut, alimentado apenas pelas descobertas de Sarah Schneier, um membro do Conselho dos Pergaminhos que foi destruído rapidamente por Ur-Shulgi após a publicação de suas descobertas. O próprio Ur-Shulgi permaneceu despreocupado com a partida dos Cismáticos, ao invés disso, conduziu estudos para acabar com a outra maldição que assola o Clã. Ur-Shulgi removeu a maldição Tremere lançada sobre os Filhos de Haqim, mas os Baali estão além de seu poder.

Linha do tempo do V20

O Livro Lore of the Clans parece fazer referência a esta seção indiretamente, referindo-se a uma profecia de um oráculo mortal que prevê o abate de Ur-Shulgi dos Filhos de Haqim, bem como rumores de um aumento da atividade Baali no Oriente Médio após os ataques de retaliação de nos Estados Unidos após o 11 de setembro, vários aparentemente atingindo o território Assamita e fornecendo cobertura para roubos de artefatos arqueológicos que datam da Segunda Cidade. [2]

Personalidade

Ur-Shulgi √© o mago de guerra mais eficiente na face do planeta, embora ele n√£o pense em si mesmo em termos t√£o simplistas. Na verdade, a maioria de seus processos de pensamento s√£o completamente incompreens√≠veis para qualquer pessoa que n√£o seja de sua idade e n√≠vel de poder. Para observadores externos, ele √© a viol√™ncia dada ao corpo f√≠sico, a vingan√ßa de Haqim sobre todos aqueles que se op√Ķem √† sua vontade. Ele se lembra da gl√≥ria da Segunda Cidade e dos antigos deuses que andavam por l√°.

Ele v√™ “Allah” como um arrivista cuja f√© corrompeu a linhagem de Haqim, e ele deve mostrar a todos aqueles que o adoram o erro de seus caminhos ou purg√°-los do rafiq. Quebrar casualmente a maldi√ß√£o que os Usurpadores lan√ßaram sobre os Assamitas foi o primeiro passo nesta estrada, e aqueles intrometidos presun√ßosos ser√£o os primeiros a cair diante do furac√£o que a Camarilla tentou acorrentar.

Aparência

” Em constitui√ß√£o, ele parece um jovem, talvez um adolescente, mas sua pele √© marcada com veias laranja-avermelhadas da cor da lava que emitem uma luz que pulsa no ritmo da m√ļsica. ‚ÄĚ
– Di√°rio da Jyhad de Beckett

O tempo n√£o foi gentil com Ur-Shulgi, nem as devasta√ß√Ķes da besta dentro dele ou os numerosos inimigos que ele desafiou. Ele se parece com nada mais do que uma crian√ßa queimada e cheia de cicatrizes, um jovem deus nascido do fogo e da viol√™ncia. Sua pele, negra como a obsidiana da idade, exibe uma rede de cicatrizes, algumas das quais choram sangue quando a metusal√©m fica agitada. Aqui e ali, peda√ßos de osso e tend√£o projetam-se sob sua pele, como se seu corpo tivesse sido esfolado. Al√©m disso, os olhos de Ur-Shulgi foram arrancados ou queimados, embora ele afirme ser capaz de ver sem obst√°culos. Quando se digna a se vestir, Ur-Shulgi usa caft√£s e mantos de cores claras sem adornos, geralmente com um colar de osso ou √Ęmbar.

Sua voz parece surgir das profundezas de um po√ßo seco do deserto (surpreendentemente para alguns, Ur-Shulgi √© perfeitamente fluente em qualquer idioma moderno ao qual √© endere√ßado). Ur-Shulgi normalmente permanece im√≥vel quando conversa com suas crias ou outro Membro, a menos que deseje fazer uma afirma√ß√£o ret√≥rica atrav√©s de um flash de viol√™ncia felino. Se for absolutamente necess√°rio mudar de posi√ß√£o para fazer qualquer coisa que n√£o seja matar, ele n√£o se move tanto quanto pisca de um ponto a outro. √Č uma criatura de viol√™ncia quase perfeita e n√£o possui emo√ß√Ķes ou outros atributos reconhec√≠veis como o humano que deve ter sido h√° mais de 80 s√©culos.

Curiosidades

  • De acordo com o material n√£o oficial que foi removido da vers√£o final do Clanbook: Assamite Revised, um membro do Conselho dos Pergaminhos chamada Sarah Schneier reuniu informa√ß√Ķes do Cofre dos Pilares, sugerindo que Ur-Shulgi foi Abra√ßado por Haqim em uma manobra estrat√©gica para unir os d√≠spar Baali em um ex√©rcito regular, para que eles pudessem ser destru√≠dos em combate aberto. O texto diz que, para realizar essa fa√ßanha, Haqim Abra√ßou um menino – um pastor de dez anos – que nasceu com uma alma j√° destinada √† corrup√ß√£o, e o jogou na cova do sacrif√≠cio que Saulot disse ter gerado o original Baali. Algo aconteceu com o ne√≥fito naquele lugar imundo e, por meio de seu poderoso sangue Cainita, os infernalistas finalmente conseguiram o l√≠der de que precisavam para atacar em massa a Segunda Cidade. Diz-se que o Antediluviano Assamita estava em um de seus misteriosos desaparecimentos, mas conseguiu voltar para a Segunda Cidade a tempo de parar sua cria, o novo Pastor dos Baali, e arrancar o dem√īnio do corpo que ele montava . Quando a batalha acabou, Haqim alegou que havia encontrado o menino morrendo no campo de batalha e que o Abra√ßo era a √ļnica maneira de salvar aquela v√≠tima inocente. No entanto, a m√°cula dentro da alma de Ur-Shulgi nunca desapareceu e mudou aquele Cainita em algo mais, e algo menos. [3]
  • O personagem recebeu o nome de uma pessoa real – Shulgi de Ur.

Ficha de Personagem

Existem v√°rios motivos pelos quais a maioria das Caracter√≠sticas de Ur-Shulgi n√£o recebe valores num√©ricos. Primeiro, o Matusal√©m Assamita ainda est√° sacudindo a poeira dos s√©culos, e ainda n√£o est√° em plena capacidade operacional. Em segundo lugar, n√£o importa quais s√£o essas caracter√≠sticas – Ur-Shulgi √© poderoso o suficiente para esmagar qualquer agressor, exceto outro Matusal√©m, sem esfor√ßo aparente. “Qualquer agressor” inclui qualquer grupo de personagens de jogadores azarados o suficiente para enfrent√°-lo e tolos o suficiente para desafiar seu poder. Em terceiro e √ļltimo lugar, Ur-Shulgi n√£o quer que ningu√©m saiba a extens√£o de suas capacidades – o que est√° listado aqui √© simplesmente o que demonstrou para as testemunhas sobreviventes at√© agora. No entanto, considere o seguinte: menos de uma semana depois de ser acordado por seu senhor, Ur-Shulgi tinha poder suficiente para desfazer casualmente um ritual lan√ßado pelo poder combinado do Conselho Interno Tremere sem mais do que o mais leve esfor√ßo. Isso deve ser um bom indicador do que esta criatura pode realizar caso escolha (ou seja for√ßada) a dar o seu melhor.

Nome: Ur Shulgi, O Pastor

Cl√£: Banu Haqim/Assamita

Senhor: Haqim

Natureza: Tradicionalista

Comportamento: Fanatico

Gera√ß√£o: 4¬į

Abra√ßo: Uma tradu√ß√£o das Par√°bolas de Sangue relaciona o Abra√ßo de Ur-Shulgi com “a noite em que as pedras falaram e os c√©us choraram uma chuva de sangue”.

Idade Aparente: Indeterminado, embora o pequeno corpo de Ur-Shulgi sugira um jovem Abraço

Atributos Fisicos: Valores Desconhecidos

Atributos Sociais: Carisma e manipulação, Valores desconhecidos; Aparência 0, já que Ur-Shulgi não se preocupa em esconder sua forma a menos que esteja se preparando para atacar

Atributos Mentais: Valores Desconhecidos

Conhecimentos: Academicos (Historia) 9, Linguistica 9, Ocultismo 9, outros s√£o desconhecidos.

Discplinas: Auspicios 8, Ofuscação 9, Quietus 9, Feitiçaria Assamita 9, outras são desconhecidas.

Caminhos Taumaturgicos: Desconhecidos, presumivelmente proficiência divina nas práticas antigas

Antecedentes: Desconhecidos

Virtudes:¬† Valores Desconhecidos; “tais armadilhas importam para um deus?”

Moralidade: Trilha do Sangue 10 (forma antiga)

Força de Vontade: 10

Perturba√ß√Ķes: “O que seria megalomania em uma criatura pequena?”

Livro Fonte: VTM: Children of the Night, p. 88-91

Referências

  1.  VTM: Clan Novel Saga Volume 4: End Games
  2. ‚ÜϬ†V20:¬†Lore of the Clans, p. 17, 22
  3. ‚ÜϬ†Unpublished text from¬†Clanbook: Assamite Revised
  • VTM:¬†Clanbook: Assamite Revised, p. 13-14¬†Buy it from DriveThruRPG!
  • VTM:¬†Nights of Prophecy, p. 10
  • V20:¬†Beckett’s Jyhad Diary¬†– “Schism”
você pode gostar também
error: Opa! Quer usar nosso conteudo em algum ligar? Manda um Link pra essa pagina! Obrigado!